Professor: conheça 5 aplicativos para usar em sala de aula

73959-professor-conheca-5-aplicativos-para-usar-em-sala-de-aula

Aplicativos que ajudam os alunos a estudar não faltam no mercado. Lembrete de tarefas, jogos de memorização e organizadores de rotinas disponíveis em aplicações para estudantes. Mas e quanto aos professores? Será que não existem aplicativos para usar na sala de aula?

Sim sim E são muitos! Os desenvolvedores de aplicativos tentam entender uma rotina dos mestres e soluções de mercado. Alguns deles auxiliam a abandonar metodologias tradicionais e outras otimizam como rotinas de dentro de sala de aula.

Quer saber mais? Acompanhe este texto e conheça 5 aplicativos que atendem muito ao trabalho do professor em classe. Confira!

1. App para a classe

Já pensou registrar as avaliações dos alunos e fazer o cálculo das notas em um aplicativo? Isso pode ser feito sem App para a classe . Esta plataforma também pode abrigar uma agenda eo planejamento das aulas. Tudo isso sendo acessado via celular, tablet ou computador, tanto na sala de aula quanto em casa.

2. Educreation

Você perdeu muito tempo na internet procurando um vídeo sobre algum tema? Muitas vezes não encontramos uma animação mais adequada? Então, deve conhecer o aplicativo Educreation .

Com ele é possível montar apresentações animadas com fotos e textos. Também é para gravar uma voz e manipular os elementos presentes na animação. Com o Educreation como aulas vão ficar mais interativas e personalizadas.

3. Rastreador de Atendimento

Você tem reparado que os alunos têm faltado muito? E aqueles que chegam atrasados, com que frequência fazem isso? Essas podem ser questões complexas para fazer no lápis e papel. O aplicativo Attendance Tracker pode ajudar nisso.

Ele armazena informações sobre a frequência e atraso dos alunos. Ainda é possível emitir um relatório sobre esses dados. Esse é um ótimo recurso para identificar o nível de frequência e comprometimento de horário dos estudantes.

4. PowerTeacher Mobile

Como vão as notas dos alunos? Às vezes ir em busca dessa informação no diário de classe ou boletim dos estudantes pode ser algo cansativo e demorado. Que tal usar um aplicativo que faz isso?

O PowerTeacher Mobile permite gerenciar o perfil de cada estudante dentro de sala de aula. Por meio dele, o professor consegue lançar notas e atribuir detalhes sobre o desenvolvimento do aluno durante as aulas. Assim, vai dar para uma visão geral e individualizada do nível de aprendizado dos estudantes.

5. Orbulus

Quer trazer uma aula mais para os alunos e para os alunos? O aplicativo Orbulus permite visitar diversos lugares do mundo em fotos e vídeos em 360º.

Com esse recurso você consegue fazer um passeio virtual por lugares encontrados e ainda ouvir tudo que acontece no momento em que o local foi registrado. Seus exemplares adoram e você economiza tempo não planejamento das aulas.

Esses foram alguns aplicativos para usar em sala de aula que vão poupar bastante tempo. Além de usar esses dispositivos, é interessante também introduzir tendências pedagógicas para 2017. Ambientes colaborativos e jogos educativos são algumas das novidades que podem ganhar as salas de aula.

Qual desses aplicativos para usar em sala de aula mais interessou a você? Você já usou algum deles? Deixe seu comentário!

5 maneiras de divulgar uma franquia e atrair mais clientes

67088-5-maneiras-de-divulgar-uma-franquia-e-atrair-mais-clientes

Quem é o empresário sabe da importância da divulgação. E não é para menos, já que quanto mais você investe nesse ponto, mais uma marca, aproxima os clientes e potencializa como vendas.

A realidade não é diferente para as marcas que operam por meio do franchising. Elas espere prospectar clientes, garantir uma transferência eficiente de know-how e ainda preparar para garantir bons resultados.

Veja aqui 5 maneiras que levantam para você divulgar uma franquia e promover uma expansão consistente para sua marca.

1. Marque presença nas redes sociais

As pessoas estão cada vez mais conectadas, isso é fato. Nesse cenário, para se aproximar de clientes, como empresas necessárias para redes sociais, divulgando seu trabalho e diferenciais.

No relacionamento on-line, é bom que uma pessoa consiga entender como adquirir uma franquia , como o negócio acontece, qual é o tipo de rendimento e outros detalhes interessantes para esse público.

Para melhorar ainda esse aspecto, você pode criar anúncios no Facebook direcionados para um público específico. “Ideal” para guiar a expansão da sua marca.

O Google AdWords é um bom meio de divulgação e uma grande oportunidade. Nada mais natural, já que ele faz com que você está melhor posicionado nas buscas do Google, conquistando mais destaque para sua marca.

2. Esteja nas principais feiras de franquias

A feira de franquias ainda é uma das melhores perspectivas de um franqueado. Muitas pessoas que pensam em investir seu dinheiro e não sabem como, vão para lá!

Uma boa opção na Associação Brasileira de Franchising (ABF), uma oportunidade de obter muitos contatos e fortalecer sua marca entre as principais franqueadoras do Brasil. Entretanto, não precisa se restringir. Esteja sempre à procura de outras oportunidades também.

3. Tenha uma assessoria de imprensa eficiente

Uma comunicação bem estruturada, que consiga se relacionar com uma imprensa e divulgar mais detalhes da sua empresa, pode ser uma ótima opção também. Essa é uma maneira de mostrar o seu negócio e fazer com outros veículos de comunicação (como portais on-line, revistas e jornais) divulguem o seu trabalho.

4. Anuncie em guias de franquias reconhecidos

Para potencializar o seu negócio, compre espaços publicitários dentro dessas guias e reforce sua marca. Assim os interessados conseguem entender sobre a sua área de expertise e o tamanho do investimento que devem fazer para operar como um franqueado.

Esforce-se para criar algo bem legal e chamar atenção em meio a tantos outros anunciantes. Os resultados podem ser incríveis!

5. Tenha um material de divulgação

Quando você sai em busca de novos clientes, os folhetos ou materiais de prospecção podem ajudar a abrir muitas portas. As principais franqueadoras do Brasil hoje investem nesse ponto.

Nesse material, você consegue expressar os objetivos do negócio, valores, tempo de retorno e todos os pontos relevantes para que o interessado possa discutir com sua família e sócios.

Agora você tem em mãos 5 dicas valiosas para divulgar uma franquia , atrair mais clientes e melhorar muito o seu negócio. Cabe a você decidir o caminho seguir e colocar o plano em prática. Para continuar recebendo nossos conselhos sobre o assunto, curta a nossa página no Facebook !

4 dicas para realizar festas de aniversários inesquecíveis!

67077-4-dicas-para-realizar-festas-de-aniversários-inesqueciveis

Para planejar festas de aniversário é preciso observar alguns detalhes que, com certeza, farão toda diferença. É na hora dos “Parabéns!” Que pode usar a nossa criatividade e tornar uma festa inesquecível para o aniversário e seus convidados.

Independentemente se você vai planear uma festa de seus filhos ou uma organização de festas de aniversário é seu negócio, é preciso pensar em tudo: desde o tema que é mais adequado para cada idade, passando pelo número de convidados, onde e como recebê-lo , O que serve, como diverti-los, até os custos – e lucros, no caso de uma empresa de festas.

Neste post, vamos dar 4 dicas mais específicas de como planejar e organizar festas de aniversário para diferentes faixas etárias. Lembrando que o mais importante é garantir um diversão de todos os presentes no evento!

1. Caprichar no tema da festa infantil

Festa de criança tem sempre uma temática divertida, inspirada em algum super-herói ou não desenho animado de momento, mas será que é assim que uma espera criançada? Por isso, a importância de conhecer os filhos, conhecer bem o que ela gosta e usar uma criatividade para fazer uma festa de jeito que a criançada gosta .

Pode ter festa com os temas mais desconhecidos, no entanto, se tornam inesquecíveis por conta da diversão proposta pela festa como um todo. Por isso, não deixe de publicitar um todo com oficinas de teatro, brincadeiras e jogos críticos, deixando que os convidados participem e se divirtam.

2. Inove na estrutura da festa de 15 anos

Esse é um dos momentos mais esperados por meninas, mas será que todas querem uma mesma coisa tradicional de sempre? Os tempos mudaram como festas de 15 anos passaram por uma pequena balada com muita música e muitos momentos divertiram-se em uma festa mais interativa.

Em uma festa tradicional ou único momento mais focado em um aniversário de uma hora da valsa, o que não precisa ser dispensado. Mas também pode-se pensar em apresentações teatrais ou de humor que vão interagir convidados e aniversariante. Um DJ divertido também pode fazer uma diferença.

3. Surpreenda com festas de adulto criativas

Quem disse que não gosta de brincar? É cada vez mais comum brincadeiras em festas de chá de panela, chá de bebê, despedidas de solteiro, entre outras festas feitas para adultos. Em festas de aniversário uma tendência é uma mesma.

Os adultos não dispensam uma boa música, um bom cartão, e é nessas festas que uma bebida pode ser um diferencial. Deixe um espaço separado para bebidas e garanta que eles são feitos de forma criativa e chamem uma atenção de todos na festa.

4. Conheça o perfil do aniversário para uma festa de idoso

Esse pode ser um tipo de festa mais calma, mas também pode ter muita agitação, dependendo do perfil e gostos do aniversariante. Geralmente, a criançada é uma situação garantida na festa dos avós, pense-se sempre em como divertir-se da forma mais criativa possível .

Alguns itens que são essenciais para todo tipo de festa, entre eles destacamos:

  • Uma mesa temática e bem colorida;
  • Doces, guloseimas eo bolo;
  • Um local que tenha espaço para os convidados se divertirem.

Para fazer festas de aniversário que é um sucesso é necessário pensar em tudo e preparar com antecedência , é um momento que vai ficar gravado na memória de todos. Para que nada dê errado, conheça bem os gostos do aniversariante e se for preciso misture como ideias dadas acima para obter o resultado que ama a cara dele (a).

É essencial para uma criatividade: não é só colocar um bolo bonito na mesa e fazer lindos enfeites que garantirá um diversão. Pense em brincadeiras e em momentos de descontração, chorar e deixar como crianças e adultos participarem dos momentos.

Gostou das nossas dicas? Para ficar por dentro do que há de mais criativo para animar sua festa nossa página no Facebook !

5 dicas para um ter branding de eventos matador

64692-x-dicas-para-um-ter-marca-de-eventos-matador

Surpreender o cliente, abrir um campo para novos negócios e reforçar uma imagem da marca. Ter um branding de eventos de atualizar nessas três vertentes é fundamental para investigar uma reputação da empresa e, conseqüentemente, aumentar como vendas, mesmo que seja um longo ou médio prazo.

Um bom branding é super importante, mas você sabe como conseguir uma estratégia matadora? Acompanhe como dicas de hoje e saiba mais!

O termo branding: de onde vem?

Para quem ainda não tem familiaridade com termo branding, vale lembrar que o conceito é simples – o difícil é colocá-lo em prática! Branding significa um conjunto de medidas estratégicas na área de marketing para o consumidor, fazendo-se interessar pela marca para tornar-se um fiel cliente.

Para que isso aconteça, há uma lista de cinco dicas para que você tenha uma marca de eventos infalíveis. Vamos a eles:

1. Conheça o seu público

Reconhecer o perfil de quem foi, ou pretender ir ao seu evento ou o primeiro passo para que o resultado efetivo. É preciso estreitar laços eo público precisa se sentir à vontade para estabelecer relações com sua marca.

Para isso, é essencial verificar detalhes como faixa etária média, estilo de vida, gênero, principais características etc. Depois que você tem esses dados ou uma pessoa deles em mãos, sim, você está pronto para começar a pensar em agir para agir!

2. Mantenha o alinhamento com a cultura da empresa

Avalie quais são como premissas (missão e valores) da marca para que você crie condizentes com uma cultura da empresa. O que adianta criar um evento desconectado das intenções dos propósitos da instituição?

Quanto mais os resultados de seu evento, mais os consumidores e os fornecedores se sentem integrados ao projeto. Portanto, alinhe-se à cultura corporativa e entre em sintonia com os anseios dos clientes.

3. Proporcione experiências positivas

Para promover um evento, uma empresa de pequeno porte, um grande ou um grande porte, é importante que o organizador tenha em mente o objetivo de oferecer ao consumidor uma experiência positiva.

Nada de longas filas, bebidas inadequadas ao tipo de evento, preços altos ou mesmo profissionais desqualificados para atender o público. Ele é seu maior alvo, portanto, é melhor tratá-lo bem.

4. Cause uma boa impressão

É preciso ir com calma. Se, por acaso, uma apresentação do evento para muito tempo , uma tendência é que as estratégias de aproximação do consumidor falhem e um projeto de fidelização da marca por água abaixo.

A sutileza é essencial nesses momentos. Como dinâmicas seriam lúdicas, criativas e efetivas, ou seja, envolver o maior número de pessoas. O boca a boca contribui para que a rede de relacionamentos cresça entre uma empresa e seus empregados e fornecedores.

5. Lembre-se de que uma divulgação é tudo … ou quase tudo!

Pois bem! Você está organizando um evento E o que preciso primeiro para que certo? De salão cheio. Mas, para isso, planejamento é uma palavra-chave. Programe-se pouco menos de dois meses antes e monte uma estratégia de divulgação.

Crie um fluxograma com diversos meios de comunicação e suportes – redes sociais, e-mail, SMS e / ou panfletagem. E aqui vale fazer suspense e / ou passar informações importantes sobre o evento. Boa sorte!

Então, gostou das dicas sobre branding de eventos? Que tal curtir nossa página no Facebook? Participe com suas dúvidas e sugestões!

Você já ouviu falar em ensino STEM? Confira agora essa novidade

65899-voce-ja-ouviu-falar-em-ensino-stem-confira-agora-essa-novidade

A sociedade evolui. São diversas as novas ferramentas que facilitam a vida e reformulam conceitos, e na trilha dessa evolução devem estar as formas de ensino. Têm sido muito promissoras algumas experiências que visam a inserção de tecnologia como recurso para a educação.

Além disso, filosofias têm buscado reformular os modelos vigentes para aproveitar a vontade da criança de explorar, de querer entender o funcionamento das coisas e estender e beneficiar-se da fase dos porquês. O  STEM é uma dessas novas visões de ensino.

O que é STEM

STEM é o acrônimo em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática. O que o STEM propõe é que essas disciplinas sejam ensinadas em conjunto, com o envolvimento dos alunos em todas as fases do aprendizado. A ideia é abandonar o ensino ortodoxo engessado, sem integração e desmotivador.

De acordo com essa política, o estudo é multidisciplinar, uma vez que as matérias são interdependentes.

Modelo de ensino adotado em diversos países

Muitos países, principalmente os que possuem tradição em darem ênfase ao ensino tecnológico, têm adotado e desenvolvido a filosofia STEM. Estados Unidos e Japão sempre investiram na formação de profissionais com esse perfil. Os Estados Unidos, por exemplo, estão trabalhando em programas que insiram o STEM na grade curricular desde o ensino fundamental.

O Brasil ainda é carente de profissionais preparados para atuar sob essa filosofia nas fases iniciais de educação. Mas já existem empresas especializadas na difusão e implantação dessa política nos grandes centros do país, bem como cursos de graduação.

Mitos e verdades sobre o STEM

Como algo novo, a filosofia STEM gera especulações. Diz-se que ela faz uma “falsa distinção” para destacar mais as suas disciplinas. Na verdade, a visão STEM indica que essas matérias estão sendo abordadas sob um novo enfoque, sendo estudadas em conjunto.

Também já foi dito que, no STEM, não existe pensamento interdisciplinar, que ele “codifica a atomização”. O que ocorre é o oposto disso: pelo fato de reunir as disciplinas, essa política cria um corpo, um campo de estudo maior.

Há quem pense que é necessário ser um prodígio em Matemática ou Ciências para conseguir um diploma STEM. Contudo, já existem alguns cursos baseados nessa filosofia e também especializações. Basta que o interessado escolha um curso em que sejam exploradas suas aptidões das áreas de exatas e dedicar-se.

Para quem considera a área de STEM um ramo de opções limitadas, vale esclarecer que mesmo que a graduação nessa área seja específica, pode-se ampliar os caminhos profissionais por meio de pós-graduações e estágios.

STEM: avanço no modelo de ensino

Os benefícios oferecidos pelo STEM são inúmeros. Ele traz interdisciplinaridade ao ensino de ciências e amplia o interesse dos alunos, que por sua vez passam a protagonizar a aula e deixam de ser meros expectadores.

Com o mercado de trabalho mudando, passa a ser crucial a capacidade de adaptação do indivíduo. Hoje, mais importante que saber é conseguir lidar com o conhecimento adquirido. Promover a formação técnica é uma necessidade. O STEM auxilia a educação em todos esses aspectos.

Uma característica da visão STEM é propiciar o desenvolvimento de aptidões técnicas, sociais e emocionais. Se você é um professor empreendedor ou um interessado nas tendências de ensino que seus filhos podem inserir-se, vai querer aprofundar-se nesse assunto.

E então, gostou de conhecer o STEM? Vale à pena aprofundar-se ainda mais? O que achou deste post? Deixe seu comentário!