Estimular a criatividade na infância gera adultos empreendedores?

Cheerful smiling child at the blackboard. School concept

Você sabia que a capacidade de empreender na vida adulta está diretamente relacionada ao estímulo da criatividade na infância? Sim! A imaginação, inventividade e desejo de inovar ajuda na formação de pessoas arrojadas e corajosas, que não têm medo de ousar e se lançar em novos desafios.

Só para se ter ideia, o estímulo da criatividade em crianças pode aumentar, em aproximadamente 18%, as chances de elas ingressarem na faculdade e conquistarem um ótimo emprego no futuro. Mais do que isso, pessoas criativas são mais propensas a abrirem os próprios negócios.

Quer entender melhor a relação entre criatividade e empreendedorismo? Continue lendo o nosso artigo e descubra por que é tão importante estimular seus filhos a desenvolverem a criatividade. Vem com a gente!

Por que estimular a criatividade em crianças?

Crianças são naturalmente criativas. Se você parar para observar o comportamento dos pequenos, perceberá que, de um jeito simples e espontâneo, eles sempre encontram formas para serem criativos, originais e surpreendentes. Cabe aos pais e educadores, estimularem essa criatividade nata para desenvolver ainda mais o potencial criativo das crianças.

Dentre outros benefícios, a criatividade auxilia na formação de pessoas ousadas, empreendedoras e seguras de si. Além disso, a criatividade desperta a curiosidade e aumenta as possibilidades dos adultos serem mais observadores e pensarem fora da caixinha na resolução de problemas, inclusive, no âmbito profissional.

O estímulo à criatividade combate o comodismo na vida adulta

Se você é pai ou trabalha diretamente com crianças, certamente já se perguntou o que os pequenos serão quando crescerem. Também já deve ter investido tempo no projeto de futuro e passado horas imaginando como será a vida pessoal e profissional deles daqui a alguns anos.

Tudo isso é válido e pertinente, mas você já se perguntou sobre o que fazer para que essas crianças se tornem adultos criativos e empreendedores? Se a criatividade surge, naturalmente, na infância, por que temos adultos tão pouco criativos na sociedade? Esse paradoxo é justificado pela falta de estímulo e incentivo. Boa parte dos adultos foi educada a seguir regras pré-definidas e foi ensinada a não questionar, contestar ou ir contra padrões impostos.

Com o passar dos anos, essas pessoas perdem a curiosidade e o poder inventivo, ficando acomodadas com o sistema. Daí a necessidade dos pais e educadores estimularem a criatividade na infância, para que ela seja mantida na vida adulta. É isso que deve ser feito em prol do futuro das crianças!

Como estimular a criatividade na infância?

A criatividade pode ser estimulada de diferentes — e prazerosas — maneiras, todas elas, permeadas de ludicidade e autonomia. A criança precisa ter poder de escolha e liberdade para criar no dia a dia, sendo que essa experiência criativa deve ser plural e multissensorial, de modo que abranja o tato, olfato, visão, audição e paladar.

As partes cognitivas e físicas também precisam encontrar espaço para o desenvolvimento. Além disso, pais e educadores devem buscar o equilíbrio e evitar o excesso de vigilância, competição, avaliação e recompensa. A vigilância excessiva deixa crianças inseguras para assumirem riscos, além de limitar o impulso criativo. A avaliação, em excesso, faz com que os pequenos se preocupem demais com as opiniões alheias.

As recompensas são bem-vindas, mas, em grande quantidade, fazem as crianças perderem o prazer na experiência criativa em si, buscando apenas a premiação. Já a competitividade pode gerar uma pressão para que a criança crie, mas apenas para ganhar do outro e não para superar os próprios limites.

Muito além da criatividade artística

Ao contrário do que muitos pensam, a criatividade não se limita às artes. Pelo contrário! A criatividade tem caráter multidisciplinar, ela é diversa e pode estar presente em todas as áreas, inclusive na matemática e nas ciências.

O estímulo à criatividade, em suas variadas formas, produz adultos autoconfiantes e com melhor raciocínio lógico. Como se não bastasse, pessoas criativas são mais decididas e empreendedoras em todos os aspectos da vida, mesmo nas pequenas ações. Elas são capazes de encarar desafios, assumir riscos e caminhar por rotas desconhecidas para atingir o sucesso.

Pessoas que passam a vida criando e ousando, não se acomodam. Se algo está ruim ou monótono, elas conseguem transformar. É o famoso poder que só os criativos possuem: converter crises em oportunidades.

E aí, gostou do nosso artigo? Acredita que a criatividade na infância pode mesmo ajudar na formação de adultos empreendedores? Comente! Ah, e se você gostou desse texto, não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *