ENTENDA A IMPORTÂNCIA DE ERRAR PARA O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS

entenda-a-importancia-de-errar-para-o-aprendizado-das-criancasQuando nos tornamos pais ou mães, a vontade geralmente é de dar aos nossos filhos tudo aquilo que, na nossa infância, não pudemos ter, não é mesmo? No entanto, o que acontece, muitas vezes, é que com isso tentamos proteger nossos pequenos de sofrer os mesmos traumas pelos quais passamos, caindo sem perceber no caminho da superproteção. Da ajudinha no para casa para evitar que o filho tire notas ruins na escola aos elogios incessantes quando ele faz alguma coisa bacana, esse tipo de atitude pode até parecer positiva, mas na verdade, está é prejudicando o aprendizado das crianças, acredita?

No post de hoje, vamos discutir um pouco sobre a importância do erro no desenvolvimento dos pequenos e por que você não deve tentar evitar que eles os cometam. Acompanhe-nos e fique por dentro desse tema tão importante na educação do seu filho!

AS CONSEQUÊNCIAS DE VER O ERRO COMO NEGATIVO

Seja tentando evitar que a criança se sinta mal consigo mesma por ter errado — elogiando-a a qualquer acerto ou driblando situações em que ela poderia errar — ou exigindo a perfeição e punindo atitudes inadequadas — como notas ruins ou mau desempenho em uma das muitas atividades extracurriculares de que o pequeno participa —, ver o erro como um problema nunca é positivo.

Quando isso acontece, as crianças podem simplesmente não aprender a lidar com seus próprios equívocos — nos casos em que os pais tentam protegê-las demais — ou, ainda, começar a ter medo de errar, vivendo em constante nervosismo e estabelecendo para si uma autocobrança rigorosíssima.

O ERRO É PARTE DO APRENDIZADO DAS CRIANÇAS

Se ver o seu pequeno errar te deixa triste, decepcionado ou nervoso, para a criança que percebe essa reação dos pais, o sentimento é ainda pior. A verdade, porém, é que o erro não só é natural como também é necessário para o crescimento dos pequenos, não devendo ser encarado de forma tão pesada!

O desenvolvimento infantil envolve, claro, aprender, mas para isso é preciso, também, experimentar e descobrir. E nesse processo, é normal e esperado que a criança não acerte, faça algo de errado ou não consiga ser a melhor, não concorda? Pois é assim que ela descobre o que pode ou não fazer, bem como o que tem de mudar para conseguir melhores resultados.

Se você parar para pensar, na vida adulta a coisa não é muito diferente: é possível que precisemos começar uma graduação para descobrir que o que desejamos fazer, na verdade, não tem nada a ver com o curso; da mesma forma, apresentar-se mal em uma entrevista de emprego ou perder um prazo no trabalho trarão consequências que vão nos mostrar que precisamos agir de outra forma; e quem nunca se decepcionou em um namoro para entender que aquele tipo de relacionamento não vale a pena?

COMO PAIS E EDUCADORES PODEM LIDAR COM O ERRO

Dito isso, é bom entender que o fato de o erro ser natural e necessário não significa que ele deve ser incentivado nem ignorado pelos responsáveis pela educação da criança, viu? O importante, contudo, não é enfatizar a negatividade do erro, mas sim ajudar os pequenos a perceber que existe ali uma oportunidade para crescer e aprender mais, e que, quando eles estiverem preparados, poderão usá-la para fazer melhor.

E você, como lida com o erro na sua vida e na dos seus filhos? Já tinha pensado nele como uma ferramenta no aprendizado das crianças, no lugar de um mero sinal de falha? Comente aqui embaixo e participe da conversa!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *