Como estimular a criatividade e inteligência de uma criança?

Little boy wearing colorful plaid shirt, plastic glasses having fun in the studio

Afinal, o que é criatividade? E inteligência? Normalmente correlacionados, estes substantivos, divergem em significados. Enquanto a inteligência pode ser vista como uma função do cérebro responsável por armazenar e organizar dados e informações, possibilitando o aprendizado por meio da experiência pessoal ou de terceiros, a criatividade está mais ligada com a forma que o indivíduo utiliza os conceitos aprendidos na criação de ideias novas, extrapolando o pensamento comum e gerando ações alternativas, fora do padrão.

Mesmo com definições distintas, é fato que ambas contemplam processos cognitivos que são fundamentais para o desenvolvimento de habilidades e competências. Por isso, é importante estimular tanto a inteligência quanto a criatividade nas crianças, se possível, desde cedo, nas escolas. Contudo, educar os pequenos, focando principalmente na aquisição destes atributos, ainda é um grande desafio para todas as instituições responsáveis pela educação.

Mas, ninguém disse que a tarefa é impossível! Com esforço e dedicação, será fácil implementar algumas práticas acadêmicas específicas que irão auxiliá-lo neste processo. Como nosso papel aqui é ajudar, confira abaixo algumas ações que tornarão possível estimular a criatividade e a inteligência de uma criança no âmbito escolar.

Apostando em atividades extraclasse

Seja visitando um museu ou levando as crianças ao zoológico, atividades fora de aula se mostram eficazes quando o assunto é incentivar a criatividade. Estes exercícios trabalham com diversas noções de percepção, possibilitando à criança o contato com uma realidade nova, caracterizada por sensações únicas e, até então, desconhecidas. Aqui, também vale apostar em idas ao teatro ou ao aquário da região.

Incentivando aulas diferenciadas

Atualmente, escolas que fogem do padrão tradicional e investem em métodos alternativos de ensino elaboram uma proposta pedagógica diferenciada. Aulas de culinária, por exemplo, são adotadas por estas instituições que entendem a importância de criar estratégias que incentivam o desenvolvimento de habilidades específicas nas crianças. E a cozinha, ao contrário do que parece, não poderia ser um lugar melhor para isso.

Com orientação de supervisores e professores, deixe os pequenos colocarem, literalmente, a mão na massa, criando e inventando receitas próprias. Pode acreditar: esta atividade contribui significativamente no estímulo à inteligência.

Focando em exercícios artísticos

Saia da zona de conforto e apresente aos alunos atividades que estimulem o desenvolvimento artístico. Que tal inserir na disciplina um momento lúdico, no qual os alunos possam cantar ou tocar algum instrumento? Vale ainda acreditar no poder de outras atividades artísticas, como apresentações teatrais ou trabalhos em grupos. O importante é fomentar atividades que insiram o estudante em um universo diferente daquele em que ele está acostumado.

Acreditando no potencial dos jogos para estimular a criatividade

Existem inúmeras atividades que estimulam o raciocínio e que estão entrelaçadas diretamente com a inteligência e a criatividade, como os jogos. Então, não perca tempo e acrescente alguns deles a sua proposta pedagógica!

Podem ser jogos de tabuleiro, interativos, quebra-cabeças ou do tipo pergunta-resposta, o fundamental é que todos sejam relacionados ao conteúdo ministrado em sala de aula e utilizados adequadamente nos horários e contextos pertinentes. Além de proporcionar um momento de descontração, com certeza você estará ajudando no desenvolvimento de habilidades cognitivas.

Ações como essas vêm ganhando credibilidade em instituições de ensino de vários países ao redor do mundo, baseando-se em teorias como a das “múltiplas inteligências”, idealizada pelo psicólogo americano Howard Gardner, que parte da premissa que os indivíduos são cercados por inúmeros tipos de inteligência, como a lógica, a musical, a intrapessoal, a espacial, a linguística, a existencial, a cinestésica e a naturalista.  Neste contexto, é importante que os professores adequem a linha pedagógica de acordo com o conteúdo que incentiva o desenvolvimento destas habilidades, além de estimular a criatividade, é claro!

Enquanto agente educador, quais destas estratégias já foram inseridas na instituição na qual você atua? Acrescentaria mais alguma à lista? Compartilhe com a nossa comunidade sua experiência com algumas dessas ações e dê sua opinião nos comentários.

COMO A AGÊNCIA PODE ATRAIR MAIS CLIENTES PARA EVENTOS CORPORATIVOS

como-agencia-pode-atrair-clientesCom as empresas se preocupando cada vez mais com o bem-estar, o entrosamento e a motivação de seus funcionários, tem crescido o número de eventos corporativos realizados todo o ano, o que pode ser uma grande oportunidade para a sua agência de eventos, desde que ela saiba como lidar com esse mercado!

Interessado em mergulhar de cabeça na organização de confraternizações empresariais? Nós temos algumas dicas para te ajudar a conseguir mais clientes com esse objetivo. Confira!

COLOQUE SEU PORTFÓLIO NA WEB

Ter um portfólio é muito importante para que a agência consiga divulgar a qualidade de seus trabalhos e, assim, conquistar clientes. O problema é que, atualmente, não basta mostrá-lo a quem vem à sua loja perguntar sobre os seus serviços ou fazer um orçamento. Sabemos hoje que a internet tem muita influência nas decisões do consumidor, portanto, se o seu portfólio não estiver online, pode ser que os clientes nem mesmo procurem sua loja física.

Para atingir muito mais gestores de RH planejando um evento corporativo na empresa em que atuam, portanto, não deixe de divulgar seu trabalho na web.

Continue reading COMO A AGÊNCIA PODE ATRAIR MAIS CLIENTES PARA EVENTOS CORPORATIVOS

4 MANEIRAS DE CONSCIENTIZAR AS PESSOAS SOBRE A DENGUE

4-maneiras-de-conscientizar-sobre-dengueAs campanhas de combate à dengue ganharam força total, principalmente com a chegada no Brasil do Zika, novo vírus veiculado pelo Aedes aegypti, o mesmo mosquito que transmite a dengue. Entretanto, muitas pessoas ainda não se deram conta do risco que a dengue oferece e continuam descuidadas, deixando o perigo existir no quintal de suas casas. Para driblar esse problema, estratégias mais criativas devem ser adotadas, de forma a conscientizar melhor sobre os riscos dessa doença! Quer saber como? Então continue a leitura do nosso post e crie uma campanha arrasadora para a sua empresa! Confira!

MANEIRAS CRIATIVAS DE CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE OS PERIGOS DA DENGUE

O combate à dengue só é possível com a colaboração e o envolvimento ativo da população. Para que isso ocorra, é fundamental a criação de campanhas eficientes de conscientização! Confira algumas maneiras que podem ajudar na produção de uma companha brilhante de combate a dengue:

1. Promova palestras informativas em escolas e universidades

As palestras são uma ótima estratégia de campanha, pois os estudantes estão sempre dispostos a aprender coisas novas e envolvem-se facilmente em campanhas e atividades sociais. Frequentemente, eles são os responsáveis por levar essas informações para seus pais e amigos, influenciando-os a participar ativamente dessas campanhas.

Para realizar essas palestras, sua empresa pode convidar um especialista, como um médico, um epidemiologista ou um biólogo, para falar sobre a doença, seus sintomas e a forma de transmissão, salientando a gravidade e a importância do combate ativo à dengue. É fundamental que essas palestras sejam interessantes e utilizem recursos agradáveis ao público alvo que você deseja atingir.

Continue reading 4 MANEIRAS DE CONSCIENTIZAR AS PESSOAS SOBRE A DENGUE

ENTENDA A IMPORTÂNCIA DE ERRAR PARA O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS

entenda-a-importancia-de-errar-para-o-aprendizado-das-criancasQuando nos tornamos pais ou mães, a vontade geralmente é de dar aos nossos filhos tudo aquilo que, na nossa infância, não pudemos ter, não é mesmo? No entanto, o que acontece, muitas vezes, é que com isso tentamos proteger nossos pequenos de sofrer os mesmos traumas pelos quais passamos, caindo sem perceber no caminho da superproteção. Da ajudinha no para casa para evitar que o filho tire notas ruins na escola aos elogios incessantes quando ele faz alguma coisa bacana, esse tipo de atitude pode até parecer positiva, mas na verdade, está é prejudicando o aprendizado das crianças, acredita?

No post de hoje, vamos discutir um pouco sobre a importância do erro no desenvolvimento dos pequenos e por que você não deve tentar evitar que eles os cometam. Acompanhe-nos e fique por dentro desse tema tão importante na educação do seu filho!

AS CONSEQUÊNCIAS DE VER O ERRO COMO NEGATIVO

Seja tentando evitar que a criança se sinta mal consigo mesma por ter errado — elogiando-a a qualquer acerto ou driblando situações em que ela poderia errar — ou exigindo a perfeição e punindo atitudes inadequadas — como notas ruins ou mau desempenho em uma das muitas atividades extracurriculares de que o pequeno participa —, ver o erro como um problema nunca é positivo.

Quando isso acontece, as crianças podem simplesmente não aprender a lidar com seus próprios equívocos — nos casos em que os pais tentam protegê-las demais — ou, ainda, começar a ter medo de errar, vivendo em constante nervosismo e estabelecendo para si uma autocobrança rigorosíssima.

Continue reading ENTENDA A IMPORTÂNCIA DE ERRAR PARA O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS