3 experiências científicas para deixar a aula ainda mais divertida

51687-3-experiencias-cientificas-para-deixar-a-aula-ainda-mais-divertida

As crianças são naturalmente curiosas. Elas querem observar e descobrir o funcionamento da natureza, dos objetos e de tudo que está ao redor delas. Quando os pequenos vão para a escola, na maioria das vezes, encontram aulas expositivas, diante de um professor e de um quadro repleto de explicações teóricas. Nessa situação, grande parte das crianças perde o interesse pelo conhecimento e pela aprendizagem.

Esse contexto, contudo, pode ser bem diferente se professores e gestores admitirem a possibilidade de aplicar em sala de aula métodos menos ortodoxos de ensino, que despertem o interesse das crianças. Com isso, as aulas podem ser mais divertidas, mas nem por isso menos ricas de aprendizados significativos.

Neste post, selecionamos algumas experiências científicas que vão ajudar você a tornar as aulas mais interessantes e inesquecíveis para seus alunos. Confira!

1. Como a chuva se forma

Para essa experiência, você vai precisar de:

  • Um pote de vidro comprido, como o de azeitonas, por exemplo.
  • Um recipiente de metal, com dimensões parecidas com as da boca do pote de vidro.
  • Água fervendo.
  • Gelo.

Para realizar o experimento, coloque a água fervendo dentro do pote de vidro, tampe-o com o recipiente de metal e coloque o gelo dentro do recipiente metálico. Com o passar do tempo, o vapor de água formado pela água fervente será resfriado em contato com a superfície metálica gelada. Assim, o vapor é condensado, formando gotas de água líquida nas paredes do pote de vidro.

Com essa experiência, você pode trabalhar com as crianças o ciclo da água na natureza e as mudanças de estado físico que o compõem. Tente apresentar a experiência de forma interessante, por meio de perguntas que permitam que as crianças levantem hipóteses e prevejam resultados. Para concluir, sistematize o aprendizado também por meio de questionamentos, tais como: os resultados esperados aconteceram? Se a resposta é não, por quê? Instigue a curiosidade e a capacidade de investigação das crianças.

2. Como fazer uma moeda voar

Nesse experimento, você vai usar:

  • Uma garrafa de vidro.
  • Uma moeda que tampe o orifício da garrafa.
  • Um recipiente com água gelada, onde a garrafa caiba.

Para realizar a experiência, você deve mergulhar a garrafa na água fria e aguardar alguns minutos para que ela também esfrie. Depois, retire a garrafa da água e tampe com a moeda. Peça a algum aluno que coloque as mãos de forma a envolver a garrafa. A ideia é que o calor da mão do aluno aqueça a garrafa. Pergunte aos alunos o que eles esperam que aconteça. Mas seja rápido, porque em instantes a moeda será expulsa da sua posição como um projétil.

Esse experimento pode incitar a discussão sobre a contração e dilatação dos gases de acordo com a mudança de temperatura. Após realizar o experimento, você pode convidar a turma a encontrar máquinas inventadas pelo homem que se utilizam desses princípios para funcionar.

3. Experiência científica para fazer copos pararem no ar

Você vai precisar de:

  • Dois copos de isopor, daqueles de café.
  • Fita adesiva.
  • 30cm de elástico.

Prenda os fundos dos dois copos com fita adesiva, de forma que fiquem bem presos. Cuidado para não usar muita fita, para que o conjunto não fique muito pesado. Depois, com os dois copos na posição horizontal, enrole o elástico por cima da fita adesiva no sentido de frente para trás, deixando o elástico bem esticado. Segure os copos pelo meio com uma das mãos e com a outra segure o elástico. Apontando para a frente, solte os copos rapidamente. Eles voarão e permanecerão parados no ar por um instante.

Nessa experiência, você pode trabalhar com as crianças os conceitos de resistência do ar, sua interação com o movimento giratório dos copos e como essa combinação pode ser capaz de anular a atuação da gravidade sobre eles.

Com essas experiências científicas, suas aulas vão ficar mais interessantes e produtivas! Gostou das nossas dicas? Então entre em contato conosco e saiba mais sobre como despertar o interesse das crianças para um aprendizado mais divertido!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *